img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 3.589,37 -0.76%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 2,30 0.78%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 1,19 0.05%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.417949126 0.66%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 155,20 1.56%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 63.111,81 -0.44%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 0.13606364583 9.32%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 0.48923448 0.34%
img:Solana
Solana - SOL
€ 0.928114222 0.47%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 0.423212006 -0.46%
img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 3.589,37 -0.76%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 2,30 0.78%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 1,19 0.05%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.417949126 0.66%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 155,20 1.56%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 63.111,81 -0.44%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 0.13606364583 9.32%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 0.48923448 0.34%
img:Solana
Solana - SOL
€ 0.928114222 0.47%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 0.423212006 -0.46%
Mercado Bitcoin
Mercado Bitcoin
a- A+
  • Tipo de Moeda: Ethereum Virtual Machine (EVM)
    • Valorização último ano: 625%
    • Ideia Chave: Patrocinador da Ferrari F1
    • Ranking de Valor: 106

    A Velas saiu da relativa obscuridade para se tornar num patrocinador principal da equipa Ferrari de Fórmula 1. Trata-se de um investimento milionário feito por um projeto basicamente desconhecido que vem ilustrar os recursos que estão a ser mobilizados pela indústria das criptomoeadas. Não resta dúvidas que muita gente acredita serem as criptomoedas o futuro do dinheiro e como tal, um investimento a não perder.

    Do ponto de vista funcional, o Velas é um dos vários EVMs (Ethereum Virtual Machine) em operação, trata-se de uma abordagem concorrencial ao Ethereum que, em vez de criar uma rede nova, melhor ou mais rápida, com a sua própria lógica operacional (como fazem os “Ethereum killers”), as EVM substituem o Ethereum, mas funcionam bem como o Ethereum, podendo para além de substituir-se à rede base, também funcionar como Layer 2, ou seja, como um acelerador da rede Ethereum. Desta forma as EVM tentam, sem criar rupturas, atrair todas as aplicações já existentes no Ethereum para o seu próprio ambiente e desviar os apetitosos fees de transação.

    O motivo pelo qual o Ethereum está sobrecarregado e existem tantas alternativas prende-se com a lógica de execução dos smart-contracts, em que o Ethereum não se limita a validar se a operação está correta, precisa de correr toda a operação por completo. Ora esta recorrência dos programas de computador que são os smart-contracts, tornam o blockchain Ethereum lento e pesado.

    A solução das EVMs, que é a mesma abordagem feita no upgrade Taproot do Bitcoin, implica repassar o processamento das regras de negócio para uma máquina paralela e usar a rede base só para a execução da transferência final. Por exemplo. Imagine-se que duas pessoas fazem uma aposta em que o ganhador recebe um valor. Um smart-contract dentro do Ethereum, valida os termos da aposta, valida quem ganhou e depois executa o pagamento, gastando com isso bastantes recursos computacionais. A abordagem do Taproot ou das EVMs é fazer a validação dos termos da aposta e dos resultados da aposta numa máquina separada e repassar para a rede base apenas o pagamento, poupando assim recursos escassos na rede.

    Existem aproximadamente mais 10 mil a 15 mil criptomoedas em circulação. Para conhecer cada uma delas, acompanhe os conteúdos semanais aqui!

    De que espera? Abra uma conta de criptomoedas com a Criptoloja, bastando clicar no seguinte botão.

    Vamos Começar? ->

Destaques Autor
img:Mercado Bitcoin

Mercado Bitcoin