img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 57.575,68 -0.63%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 3.169,59 -1.03%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.147098 -0.01%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.58968388353 6.35%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 1,88 39.89%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 0.931224441756 0.26%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 0.67751663 5.46%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 2,23 23.52%
img:Solana
Solana - SOL
€ 119,18 -4.14%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 0.63308 2.25%
img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 57.575,68 -0.63%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 3.169,59 -1.03%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.147098 -0.01%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.58968388353 6.35%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 1,88 39.89%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 0.931224441756 0.26%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 0.67751663 5.46%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 2,23 23.52%
img:Solana
Solana - SOL
€ 119,18 -4.14%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 0.63308 2.25%
Luís Gomes
Luís Gomes
a- A+

Token: o que é?

Desde o aparecimento do Bitcoin, muita gente começou a falar de tokens, no entanto, parece que existe algum desconhecimento e confusão a respeito; em particular: o que é, para que serve?

Podemos definir o token como a unidade representativa de um activo Criptomoeda, NFT, valor mobiliário, activo físico… – que corre num blockchain. O tipo de activo define o tipo de token, como adiante iremos detalhar.

Recordemo-nos que o blockchain é uma rede descentralizada de computadores, em que todos executam várias tarefas. Importa destacar as seguintes: 

  • Manter um extracto actualizado do número de tokens num dado endereço (carteira wallet). Todos os computadores da rede possuem a mesma informação, o mesmo extracto. Representa uma enorme vantagem face ao modelo tradicional, isto é, centralizado: uma única entidade possui a informação, como um banco ou empresa;
  • Validar e processar a transferência de tokens entre carteiras (wallets), ou seja, tal como uma transferência bancária em que o dinheiro é movido da conta A para a conta B, alterando o extracto – a conta A tem menos unidades e a conta B mais unidades;
  • Aplicar as regras de um contrato inteligente, ou seja, seguir as instruções de acordo com o código-fonte – emitir novos tokens, processar o pagamento de juros, processar o pagamento de rendas…

Token Criptomoeda

Dizemos que o Bitcoin é uma moeda; porquê? Porque é fungível, ou seja, não há qualquer diferença entre o token A ou token B da rede Bitcoin, todos possuem as mesmas características e satisfazem a mesma necessidade: um pagamento.

Para melhor ilustrar, vamos usar o exemplo com a moeda que foi mais utilizada pela humanidade: o Ouro. 

Um cliente que deseje converter 10 notas em Ouro – supondo que cada nota representa 1 Kg de Ouro -, é-lhe indiferente receber a barra com o número XXX ou a barra com o número YYY, pois cada uma uma pesa 1 Kg e tem a mesma qualidade (por exemplo, 24 quilates). Por essa razão, dizemos que o dinheiro é fungível, pois não fazemos diferença entre as diferentes unidades que o representam.

Ao ser fungível, pode ser utilizado para intermediar trocas de bens e serviços. Se um carro vale 5 barras de Ouro de 200 gramas, o vendedor do stand não irá avaliar cada barra de forma separada, aceitando qualquer uma, pois todas têm o mesmo peso e qualidade.

O Bitcoin, o Ethereum ou o Shiba Inu são exemplos de tokens Criptomoeda; cada token representa uma fracção da quantidade total de Bitcoins minerados. Podemos utilizá-los para realizar pagamentos, transferindo a propriedade de um dado endereço (Wallet) para outro endereço (controlado pelo vendedor do serviço ou produto). 

Token Utility

Um dos melhores exemplos de um Token Utility são os Fan Tokens dos clubes de futebol. Neste caso qual o activo? Pode ser de três tipos:

  • Direito a participar em decisões do clube de futebol (opinião sobre contratações, cores do equipamento, infra-estruturas prioritárias), em que um dado número de tokens corresponde a X votos;
  • Direito a descontos em compras nas lojas do clube ou na aquisição de bilhetes de futebol – x tokens dá direito a determinado desconto;
  • Direito a aceder a determinadas instalações do clube – por exemplo, x tokens dá direito a aceder ao camarote VIP em determinada partida.

Este tipo de tokens também poderá ser utilizado na governança de um determinado projecto ou actividade. Vamos imaginar um condomínio, em que cada condómino recebe um determinado número de tokens. Estes tokens podem ser automaticamente programados para fazer cumprir as regras do condomínio, como por exemplo:

  • Agendar e notificar reuniões de condomínio;
  • Notificar e propor a votação de determinadas decisões do condomínio – votar a pintura do prédio, com diferentes opções;
  • Tornar exclusivo o acesso a determinadas áreas comuns do condomínio – aceder à piscina é apenas possível para quem possua um determinado número de tokens.

Como os exemplos anteriores ilustram, os tokens utility podem ter múltiplas utilizações, facilitando, agilizando e acelerando decisões de governança, em particular aquelas que envolvem várias pessoas. Deixa de ser necessário reuniões presenciais e a produção de actas, pois todas as decisões ficam registadas no blockchain.

Tokens não fungíveis

Ao contrário dos tokens Criptomoedas, este tipo de token é único e corresponde a um activo digital com características únicas. O melhor exemplo deste tipo de tokens são os NFTs. Cada token pode corresponder a um vídeo, a uma imagem – arte -, a uma fotografia, a uma música. 

Em conclusão, cada token é único, essa a razão para se chamar não fungível, atendendo que cada token corresponde a um activo digital em concreto e, por conseguinte, tem um valor distinto, com base na procura e oferta específica desse token.

Security Tokens

Este tipo de tokens seria como tokenizar valores mobiliários, ou seja, acções ou obrigações. O capital de uma empresa, em lugar de representado por acções, passaria a estar representado por tokens

Qual a vantagem dos Security Tokens?

A tecnologia blockchain permitiria que através de uma simples ligação à Internet qualquer pessoa pudesse negociar esse valor independentemente da nacionalidade ou geografia. Hoje, toda a negociação é processada através de bolsas de valores centralizadas, ou seja, controladas por uma dada entidade. Através de tokens, qualquer bolsa pode existir na Internet, podendo a negociação ter lugar durante 24 horas. Por outro lado, o registo de propriedade é mais seguro, dado que beneficia da robustez da tecnologia blockchain. 

Tokens Activos

Estes tokens são parecidos aos Security Tokens, em lugar de representar uma fracção do capital de uma sociedade, com direito a receber dividendos, ou um título de dívida – obrigação -, com direito a receber um cupão, representam a propriedade de um determinado activo físico (carro, casa…).

A tecnologia blockchain poderá modificar por completo os actuais mecanismos de protecção e registo de propriedade privada, dispensando notários e conservatórias. Vamos supor que uma casa passa a ser representada por um token, que possui um conjunto de dados:

  • Número da matriz
  • Nome dos proprietários
  • NIF dos proprietários
  • Direcção

Tal como os valores mobiliários, em lugar de dispensar as bolsas, os notários e as conservatórias seriam dispensados, bastando a transacção do token para proceder à alteração de propriedade.

Por outro lado, poderia ser negociado através da Internet sem quaisquer burocracias e durante 24 horas. Caso existisse um crédito à habitação, o banco poderia exigir o token de garantia, introduzindo no código a possibilidade de a propriedade do mesmo reverter a favor do banco, em caso de não pagamento da prestação pelo mutuário. Em conclusão, os tokens a correr em tecnologia blockchain representam uma enorme revolução.

Destaques Autor
img:Luís Gomes

Luís Gomes