img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 0.989049801024 -6.85%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 0.448565530752 -3.56%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.93566016 0.18%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.104409323136 -8.6%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 1,97 -7.98%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 0.393455505024 -4.48%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 137,25 -7.8%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 0.3702831408 -4.71%
img:Solana
Solana - SOL
€ 62.096,37 -4.64%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 3.217,34 -4.88%
img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 0.989049801024 -6.85%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 0.448565530752 -3.56%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.93566016 0.18%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.104409323136 -8.6%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 1,97 -7.98%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 0.393455505024 -4.48%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 137,25 -7.8%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 0.3702831408 -4.71%
img:Solana
Solana - SOL
€ 62.096,37 -4.64%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 3.217,34 -4.88%
Henrique Agostinho
Henrique Agostinho
a- A+

Não esse Sócrates, não o Dr. jogador da bola irmão do Raí, é o clássico Sócrates, aquele que preferiu tomar um copo de veneno, a fazer um modelo econométrico. É a ele que devemos a primeira Lei da Economia, “só sei que nada sei”, ou na versão, João Pinto, “prognósticos só no final do jogo”. Isso porque a economia é absolutamente desconhecida.

A Economia não é apenas complicada, ou caótica, é de todo imprevisível. Uma diferença que denuncia todos os inventores de planos económicos, todos os governadores de bancos centrais, todos os políticos e catedráticos universitários, como charlatães, aldrabões, piratas, mentirosos, ectoplasmas, asbestos e restante lista de insultos do Capitão Haddock. Capturada a atenção, vamos à explicação, com um desvio pelo tempo.

O Clima, o estado do tempo, se faz chuva ou sol, é algo ultra complicado e caótico. É extremamente difícil de prever, resulta de ligações e reações tão absurdamente complexas que, ao fim de milénios a estudar cada detalhe observável e com a ajuda de satélites e super-computadores, a meteorologia evoluiu desde a previsão de umas horas feita pelos joelhos com reumático, até uma semana de boletim manhoso em que arriscamos ir apanhar frio na praia. Não é nada fácil prever o tempo futuro, mas é possível, em teoria, apenas não estamos, como civilização, prontos para tanto.

Já a Economia, é de todo imprevisível, não há satélite, nem computador quântico, que lhe valha. Nunca vai poder ser prevista. É impossível. Isto por sofrer de uma diferença em relação ao clima, a seguinte: O facto de muitos de nós acharmos que amanhã vai estar sol, não influencia as nuvens, chove na mesma, se tiver que ser. Já na Economia, basta algum de nós passar a saber de uma previsão e daí mudar as ideias que tinha, como por exemplo, achar que já não é boa ideia comprar um bilhete de avião para ir até à praia, já destrói toda a previsão das receitas para o turismo naquele fim de semana. E quem diz o turismo, diz o mesmo para todos os outros setores da economia.

Não se pode prever uma coisa que muda em directo resultado de se fazer essa previsão.

Schrodinger foi um Físico fantástico, que tinha um gato ainda mais extraordinário. O bichinho, uma vez fechado numa caixa com um copo de veneno lá dentro, estaria ao mesmo tempo vivo e morto, até se ir espreitar, ocasião em que ficaria enfim fixado o destino do tareco. Esta alegoria, usada para tentar compreender a Física das partículas sub-atómicas, Quântica, faz comichão no cérebro de qualquer pessoa normal. No entanto, a Economia é bem mais doida que Quântica. Se a Economia fosse o tal gato na caixa, ele não só estaria simultaneamente vivo e morto lá dentro, como poderia ressuscitar se alguém verificasse que ele morreu.

Física e Biologia são Ciências / História e Economia não são Ciências

Sendo a Economia absolutamente imprevisível, pode-se concluir que todos os marmanjos que se ocupam de modelos matemáticos estão forçosamente errados e a enganar. Também se pode concluir que não existe à partida uma resposta certa para nenhuma questão económica. Pois não existe resultado garantido, não existe planeamento económico, não existem opções Estratégicas, não existe melhor caminho a tomar. O desconhecido na economia, é tão persistente, que a única abordagem às questões económicas é a diversidade, ao calhas. Garantindo que, na variedade de opções de Investimento, alguém vai acertar e colher os rendimentos dessa sua bem-aventurança.

Deixar cada um escolher livremente onde aplicar as suas poupanças, para daí recolher os ganhos da sua aposta ou pagar os prejuízos dos seus erros, são ambos necessários, e é a única e comprovada forma de uma sociedade prosperar. Tanto quanto é verdade o contrário, qualquer unanimidade, está forçosamente errada e é potencialmente catastrófica. Todas as medidas obrigatórias, impostas pelos governos, de regulação, de defesa sectorial, de marcação de preços, atribuição de licenças, apoiar grupos de interesses, investimento público, etc, são sempre e inescapavelmente erros massificados.

Tão errados, que o resultado real dos planos governamentais, nunca é o bondoso declarado, mas sim uma exposição geral às consequências imprevistas de pegar numa má ideia e a tornar obrigatória. Planeamento governamental é como se, sabendo que dar um tiro no pé é desagradável, decidir que todos os pés serão obrigados a levar com uma bala, e daí pagar as munições a uma fábrica amiga dos burocratas. Decorre daqui também que as intervenções políticas na economia, não só estão erradas à partida, como vão causar sofrimento desnecessário a todas as pessoas inocentes, que, deixadas ao seu próprio critério, tinham senão melhores, pelo menos diferentes ideias para o negócio.

Na Economia não existem Previsões, só Apostas.

Ora, sabendo que é impossível aos políticos economistas falarem a verdade, pois todas as promessas e previsões que fazem é com o dinheiro dos outros, resta ao comum mortal uma simples aposta: Vai entregar o seu dinheiro arduamente poupando nas mãos dos políticos economistas ou vai comprar Bitcoin?

Destaques Autor
img:Henrique Agostinho

Henrique Agostinho

Destaques Comentários