img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 61.828,52 0.77%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 2.974,15 3.26%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.0979121 8.36%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.472168087105 4.52%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 2,11 10.68%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 0.971216760074 -1.36%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 0.438181876858 5.48%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 1,15 7.66%
img:Solana
Solana - SOL
€ 137,22 7.68%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 0.414790926 8.61%
img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 61.828,52 0.77%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 2.974,15 3.26%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.0979121 8.36%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.472168087105 4.52%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 2,11 10.68%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 0.971216760074 -1.36%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 0.438181876858 5.48%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 1,15 7.66%
img:Solana
Solana - SOL
€ 137,22 7.68%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 0.414790926 8.61%
Henrique Agostinho
Henrique Agostinho
a- A+

As contas não são fáceis de fazer, e não é porque envolvem matemática complicada, mas sim porque o resultado é deprimente. Matematicamente, a maioria dos trabalhadores está arruinado, muito mais do que sabe contar. A poupança que acumularam não chega para os sustentar, nem por seis meses depois de deixar de trabalhar. Dependem exclusivamente da Segurança Social, que ainda está pior de falida. Com as reformas dos mais velhos a serem pagas com impostos sobre os mais novos, cujos salários são tão baixos, que metade dos reformados acaba a ajudar os seus filhos, dando-lhes parte das reformas pagas com os impostos que lhe amputam os salários. Em resumo, um estado tão irreparável que só levanta uma questão: Como foi possível enganar tanta gente?

Como foi possível? Bem, há uma explicação. Mas para lá chegar convém notar que essa mesma pergunta, de como enganar tanta gente de uma só vez, foi colocada pela generalidade das pessoas no final da 2a Guerra Mundial, ao observarem os horrores do Holocausto Nazi e dos campos de concentração. O que se terá passado na cabeça dos alemães? Pensaram, mas logo logo ignoraram a questão, para se dedicarem a fazer o baby boom.

Quem não perdeu a lição e a ocasião, tanto que já a tinha topado bem antes da guerra, foi António Gramsci, mais a malta comunista da Escola de Frankfurt. Estas criaturas medonhas, ainda os judeus estavam confinados em casa a pensar que ia ficar tudo bem, já os intelectuais tinham feito os seus planos para repetir a marosca, em prol do clube vermelho. E assim o fizeram. Para entender como fizeram, é preciso conhecer 3 episódios fundamentais dos últimos quatro séculos.

1) O Iluminismo Escocês. A Escócia era à entrada do séc XVII o país mais pobre, miserável, da Europa, proporcionalmente pior que a Albânia de agora. No entanto, em pouco mais de cem anos explodiram em prosperidade, tendo os escoceses inventado o mundo moderno, a revolução industrial, o motor a vapor, as estradas, as seguradoras, o constitucionalismo e etc e até a economia de Adam Smith. A transformação fenomenal, foi o resultado da criação das Escolas Episcopais. Para que todas as pessoas pudessem ler a bíblia, as mais pequenas aldeias organizaram-se na criação de escolas autónomas e voluntárias, para daí libertar o intelecto, criatividade e a individualidade de que ainda hoje nos beneficiamos.

2) O Estado Social Prussiano. Hitler é só uma consequência. Nenhum homem só poderia causar tanto estrago, foi preciso que a generalidade da população alemã estivesse de acordo. Um problema que já vinha de trás, pois na primeira guerra mundial, o império alemão a comportou-se de forma deplorável, com o beneplácito de milhões de soldados. Levantando a questão, o que se passou com os alemães para meterem na cabeça que devem ser hiper-eficientes máquinas de matar? A resposta encontra-se 50 anos atrás, no governo de Otto Von Bismarck, na criação do primeiro estado social do mundo, que criou as ferramentas favoritas de todos os ditadores até ao presente: Segurança Social, Leis trabalhistas, Regulação da Economia e Escola pública Estatal. Pois é, em 1870s o governo alemão passou a obrigar todas as crianças a irem para a escola aprender que ser alemão é ser superior, além de obedecer ao chefe e sacrificar-se a bem da nação. O resultado foi o que se viu depois.

3) O marxismo cultural. Assim que Hitler subiu ao poder, os comunistas não conseguiram conter a inveja, afinal eles tentavam há décadas implementar o socialismo sem sucesso e vem este cabo baixote dar-lhes um tamanho bigode! Tinham de aprender a lição e alguns fizeram-no. Observaram o padrão das duas escolas anteriores e trataram de o replicar para o seu campo. Não logo, porque entretanto começou tudo aos tiros e os planos tiveram de esperar até ao anos de 1960. Mas não perderam pela demora. Os marxistas, ocuparam as universidades, compraram os artistas, castraram os jornalistas, infiltraram as escolas primárias, até ganharam as eleições e subjugarem o mundo. Enquanto a generalidade das pessoas honestas estava a cuidar da sua vida, trabalhando, os marxistas des-educaram a humanidade, criando multidões de parasitas, invejosos, hipócritas, inúteis, abusadores e sem vergonha na cara.

O resultado está à vista. Todo o mundo estupidificado. Ninguém quer trabalhar; Todos querem ser funcionários públicos; Acham-se no direito a mandar na casa do vizinho; Não conseguem calcular uma taxa de imposto; Não restringem o próprio salário, mas exigem restringir o dinheiro dos outros; Só pensam neles próprios e em proibir as coisas que não lhes apetece fazer; e tudo com recurso a mentiras descaradas sobre o machismo, o racismo ou a gripe.

Então, como foi possível? Como é que se deixaram empobrecer com o socialismo? Foi só aprender com a História. Dizem que quem não a conhece está condenado a repeti-la. Mas no caso, foi ao contrário. Sabendo do que são capazes de produzir as escolas, os marxistas encheram-se da paciência de um chinês e arrancaram até a alma às pessoas.

Infelizmente, serão necessários 50 anos para tentar resolver o estrago. Como diariamente se demonstra, burros velhos não aprendem línguas, depois de deseducados na infância, quase todos os adultos recusam-se a aprender uma nova lição. Em alternativa, para quem não pode esperar tanto tempo, precisa mesmo começar a poupar, meter algum dinheiro de parte, bem guardado, longe das massas ignorantes, em Bitcoin por exemplo.

(Preço da Ignorância, criado por AI)

Destaques Autor
img:Henrique Agostinho

Henrique Agostinho