img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 0.42477298798 8.89%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 64.014,54 3.97%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.112835331004 5.82%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.91965214 -0.83%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 1,17 6.87%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 171,38 7.92%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 3.331,23 16.82%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 0.491885055024 3.89%
img:Solana
Solana - SOL
€ 2,35 5.93%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 0.457456986844 4.9%
img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 0.42477298798 8.89%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 64.014,54 3.97%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.112835331004 5.82%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.91965214 -0.83%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 1,17 6.87%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 171,38 7.92%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 3.331,23 16.82%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 0.491885055024 3.89%
img:Solana
Solana - SOL
€ 2,35 5.93%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 0.457456986844 4.9%
Luís Gomes
Luís Gomes
a- A+

Nos dias que correm, o Bitcoin tornou-se um activo incontornável, apesar dos incessantes ataques que tem sofrido. 

A sua popularidade deriva essencialmente da sua enorme valorização nos últimos anos; como podemos observar na Figura 1, desde o final de 2014, quem tinha investido 100 Dólares norte-americanos (USD) no Bitcoin teria hoje 5 890 USD, ou seja, teria multiplicado o seu investimento 59 vezes. O que por muitas vezes nos leva a questionar: Como comprar bitcoins em Portugal?

Evolução do Bitcoin entre o final de 2014 e Outubro de 2022 (Unidade: USD;Período: Mensal)
Figura 1. Referência: https://finance.yahoo.com/

Para responder a esta pergunta de forma clara e concisa, precisamos nos focar em:

  1. Por que razão devo investir em Bitcoins?
  2. Como comprar Bitcoins?
  3. Como seleccionar a corretora de criptomoedas?
  4. Como comprar Bitcoins em Portugal e outras criptomoedas?
  5. O Processo é fácil. Comprar Bitcoins com a Criptoloja: é fácil!

Ao longo dos anos, o Bitcoin tem sofrido altos e baixos, onde é comum ocorrerem correcções superiores a 70%, como é o caso da presente tendência descendente que estamos a viver. Efectivamente, desde o seu máximo, ocorrido no final do ano transacto, em torno de 65 mil USD, o Bitcoin corrigiu mais de 70%, estando agora a cotar em torno de um suporte importante: os 19,5 mil USD. 

Apesar destes reveses, a concorrência que exerce às moedas fiat tradicionais, como o USD e o Euro, não cessa e é cada vez mais relevante, em particular no que respeita ao desempenho da função de Reserva de Valor.

Saiba mais sobre o actual contexto do Bitcoin lendo o nosso artigo “BITCOIN: SOBREVIVERÁ A NOVO ATAQUE” em nosso blog.

E porquê?

Ao contrário das moedas do governo, que podem sofrer fortes desvalorizações devido à permanente emissão de novos USD ou Euros, tanto do Banco Central como do sistema bancário, a emissão de Bitcoins está limitada a 21 milhões. A emissão depende exclusivamente de um algoritmo, onde ninguém pode exercer qualquer controlo.

O facto de se estar a tornar uma importante Reserva de Valor, resulta da sua força monetária. Como funciona este conceito? É simples: a nova emissão deverá representar uma pequena fracção do inventário existente. Quanto menor, maior a força monetária.

O Ouro foi uma importante Reserva de Valor da humanidade precisamente por possuir uma elevada força monetária: a mineração anual representa uma fracção ridícula do Ouro na posse de particulares, empresas e instituições. Actualmente, na maior parte dos anos, a mineração não supera 1,5% deste inventário.

O mesmo acontece com o Bitcoin: no momento em que escrevo, a sua emissão anual representa apenas 1,7% dos Bitcoins emitidos até hoje (328,5 mil vs. 19,2 milhões). Esta força monetária, semelhante ao Ouro, será maior nos próximos anos, atendendo que a emissão anual vai continuar a diminuir à medida que nos aproximamos dos 21 milhões de Bitcoins.

O Bitcoin tornou-se assim num importante activo onde parquear poupanças, dado que a longo prazo está protegido de todas as loucuras monetárias que estamos a viver: inflação a dois dígitos e taxas de juro 0% na remuneração dos depósitos bancários.

Por que razão devo investir em Bitcoins?

  • Nos próximos anos, a inflação vai continuar elevada e acima dos dois dígitos; e porquê? Para se financiarem, os governos necessitam de obter financiamento a custos reduzidos, para tal, necessitam que os Bancos Centrais continuem a comprar a sua dívida, assegurando a perpetuação de uma elevada inflação;
  • Fruto da tecnologia blockchain, a posse de Bitcoins é mais segura que um depósito bancário, pois não está dependente de uma entidade centralizada como um banco, os registos estão disseminados por milhões de computadores (blockchain o que é), onde o fecho de cada bloco apenas é possível pela “prova de trabalho”, tornando a fraude praticamente impossível e incrementando substancialmente a segurança;
  • Ao contrário de um depósito bancário, o Bitcoin assegura a privacidade do seu proprietário; tal como o dinheiro físico, sejam notas ou moedas, a minha entidade está protegida e longe dos olhares de um funcionário, seja de um banco ou de um burocrata;
  • Por último, e talvez mais importante, o seu potencial de valorização é enorme; em face de um possível colapso do sistema financeiro nos próximos meses, o Bitcoin será um activo refúgio a considerar, podendo resultar na sua forte valorização.

Como comprar Bitcoins?

Comprar Bitcoins ou comprar criptomoedas pode ser realizado de diversas formas:

  • Compra e venda peer-to-peer; como funciona? Tratam-se de páginas Web que concentram compradores e vendedores de Bitcoins, onde ocorre um acordo entre as partes: o que compra transfere o valor para a conta bancária do vendedor e este transfere os Bitcoins para uma carteira (wallet) controlada pelo comprador. Quando Marrocos proibiu a aquisição de Bitcoins, o peer-to-peer tornou-se extremamente popular, no entanto, enferma de vários problemas: é caro, pouco seguro e pode tornar-se um problema para o seu detentor na hora de converter os seus Bitcoins para Euros, por exemplo, atendendo que o banco vai investigar a origem dos fundos que estiveram por detrás da aquisição original;
  • Através de corretoras tradicionais, neste caso, não é possível adquirir Bitcoins, apenas obter uma exposição à variação do seu preço através de instrumentos financeiros derivados, como CFDs, Futuros ou Opções. Neste caso, o cliente não poderá, por exemplo, obter rendimento dos seus Bitcoins, nomeadamente através do seu empréstimo, pois não os possui fisicamente nem tão pouco os pode transferir para uma carteira (wallet) debaixo do seu controlo; ou
  • Via corretoras de criptomoedas, onde é possível adquirir Bitcoins, ou seja, sem recurso a derivados e sendo possível transferi-los para uma (wallet) debaixo do seu controlo – os Bitcons existem.

Para alguém que procura segurança, a terceira hipótese é definitivamente a melhor opção.

Como seleccionar a corretora de criptomoedas?

A selecção de uma determinada corretora de criptomoedas deve obedecer a vários critérios, dos quais se destaca:

  1. A corretora de criptomoedas deve estar inscrita no Banco de Portugal ou noutro Banco Central da Zona Euro; o registo é uma garantia de que serão aplicados procedimentos de combate ao branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo. Neste caso, esta aquisição, através de uma corretora de criptomoedas registada, serve de prova de que a compra de Bitcoins foi legitima, facilitando uma conversão no futuro dos Bitcoins a moeda fiat, caso contrário, será um problema;
  2. A corretora de criptomoedas deverá dedicar-se em exclusivo à intermediação de criptomoedas, não podendo fornecer outro tipo de serviços financeiros, como conta-margem ou derivados sobre criptomoedas; e porquê? Este tipo de serviços não está regulado pelos polícias dos mercados, como por exemplo a CMVM, por conseguinte, a corretora poderá estar a fornecer serviços de intermediação a “preços reduzidos”, com o propósito de obter outras receitas a partir de serviços não regulados, constituindo um perigo para a segurança financeira do cliente;
  3. A corretora de criptomoedas deverá ser capaz de prestar um serviço personalizado, em particular através de uma presença física. Se o cliente tiver dificuldades, deverá ser ajudado pela corretora a completar a compra, obtendo assistência desta em cada etapa do processo: como se registar, o custo da compra, como comprar Bitcoins e como enviar Bitcoins para uma carteira (wallet) debaixo do controlo do cliente.

Como comprar Bitcoins em Portugal e outras criptomoedas? O Processo é fácil.

A Criptoloja reúne todas as condições anteriormente mencionadas: 

  1. Está registada no Banco de Portugal;
  2. Está presente fisicamente em Portugal;
  3. Dispõe de uma equipa comercial preparada em todos os temas relacionados com Bitcoins e Criptomoedas, podendo ajudar o cliente em todos os aspectos: abertura de conta, manuseamento da plataforma e esclarecimento de dúvidas (como funciona uma hard wallet, o que é uma rede, o que é um endereço…).

Comprar Bitcoins com a Criptoloja: é fácil. Siga-nos passo-a-passo!

Passo 1: Registo

A aquisição de Bitcoins ou de outras criptomoedas obriga a um processo de registo junto da Criptoloja. Para tal, o cliente deverá visitar a página web da Criptoloja, em: https://criptoloja.com/ e clicar em “ABRIR CONTA”.

Passo 2: Abertura de conta

Seguidamente, o cliente deverá seleccionar o botão: Abrir conta. Desta forma, será iniciado o processo de abertura de conta, tal como podemos observar na Figura 2.

Abertura de conta Criptoloja.
Fugura 2. Referência: https://app.criptoloja.io/register

Passo 3: Envio de documentação

O processo inicia-se pelo registo, indicando o nome e o email, seguido da recolha de um conjunto de dados e documentos (comprovativo de morada, por exemplo) e terminando na certificação do documento de identidade, onde o cliente poderá utilizar tanto a Chave Móvel Digital como um vídeo através da empresa Electronic Identification.

Passo 4: Revisão do dados enviados

A conta é revista pelo departamento do Cumprimento Normativo e, após a sua aprovação, o cliente poderá então realizar depósitos e adquirir criptomoedas, através da selecção da opção: “Euros para Criptos”; e escolhendo a Criptomoeda que deseja adquirir, como é possível observar na Figura 3, onde está seleccionado o Bitcoin.

Comprar criptos Criptoloja.
Figura 3. Referência: Referência: https://app.criptoloja.io/register

Para a segurança destes, a Criptoloja recomenda o envio das criptomoedas para uma carteira (wallet) debaixo do controle dos clientes. Na plataforma da Criptoloja, o processo é simples, bastando usar a opção “Enviar”, indicando o endereço destino e a rede a utilizar para a respectiva transferência.

Comprar Bitcoins ou Criptomoedas nunca foi tão fácil.


Destaques Autor
img:Luís Gomes

Luís Gomes