img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 61.880,04 1.61%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 2.994,38 3.07%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.111440208039 8.27%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.499948461 5.27%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 2,50 17.3%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 0.946575 0.37%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 0.474502722 6.74%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 1,14 -6.08%
img:Solana
Solana - SOL
€ 142,97 3.39%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 0.445067562429 7.79%
img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 61.880,04 1.61%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 2.994,38 3.07%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.111440208039 8.27%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.499948461 5.27%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 2,50 17.3%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 0.946575 0.37%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 0.474502722 6.74%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 1,14 -6.08%
img:Solana
Solana - SOL
€ 142,97 3.39%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 0.445067562429 7.79%
Mercado Bitcoin
Mercado Bitcoin
a- A+

 

 

Bitcoin: O Patinho Feio do Sistema Monetário?

No último dia 14 de Janeiro de 2020, na sua habitual conferência de imprensa, desta vez a partir do Zoom, a presidente do Banco Central Europeu (BCE), a francesa Christine Lagarde, promoveu um importante ataque à criptomoeda Bitcoin.

Analisemos então as palavras, com uma enorme, importa dizê-lo, protérvia.

“Quando se olha para os recentes desenvolvimentos, e agora para a recente tendência de queda… aqueles que presumiram que isto se transformaria numa moeda, sinto muito, mas isso é um activo e é um activo altamente especulativo”.

Deduzimos que a senhora não tem apreço pela especulação e pelos especuladores!

É sempre pungente quando assistimos ao lançar de anátemas sobre os especuladores, em particular quando são banqueiros centrais a soltá-los; precisamente as instituições que lideram a grande especulação. Podemos mesmo arriscar em afirmar de que se tratam dos maiores especuladores da história da humanidade!

Desde a crise financeira de 2008, iniciada com a queda do Lehman Brothers em Setembro desse ano, que assistimos à compra de enormes montantes de dívida pública por parte dos bancos centrais.

Trata-se de um enorme acto de especulação financeira!

Esta desenfreada impressão de dinheiro por contrapartida de dívida, atingiu o seu ápice no presente ano – nunca a humanidade esteve tão endividada, uma cortesia dos bancos centrais.

Como podemos observar, na zona Euro, o “festim” do endividamento está ao rubro, em particular na Grécia, que deverá ter terminado 2020 com uma dívida pública superior a 200%!

Figura 1

Como foi possível tal situação?

Simples: o BCE, liderado pela Sra. Lagarde, tem comprado dívida grega no mercado secundário – ninguém compraria dívida a um estado falido senão o BCE -, provocando uma subida inexorável do seu preço – é sempre difícil resistir a alguém que produz infinitas notas de monopólio.

Na Figura 2, podemos observar o resultado desta pressão compradora por parte do BCE sobre a dívida pública grega com maturidade a 10 anos: 1200% em 8 anos!

Esta pletora de compras permitiu que a dívida grega com maturidade a 10 anos seja agora negociada no mercado secundário com uma rendibilidade implícita de apenas 0,654% (fonte: investing; fecho da sessão do dia 15 de Janeiro). Para especuladores, estamos conversados!

Figura 2

A segunda acusação da Sra. Lagarde: “O Bitcoin permitiu alguns negócios engraçados e algumas actividades interessantes e totalmente repreensíveis de lavagem de dinheiro”.

Dá a sensação que no mundo fiat, dirigido sob a batuta da Sra. Lagarde e outros banqueiros centrais, tal fenómeno nunca existiu – lavagem de dinheiro por aqui?

Não, nem pensar! Até parece que falamos de um sistema monetário impoluto; nada mais distante da realidade.

Creio que podemos afirmar que praticamente todos os grandes bancos do sistema fiat apresentam máculas em relação a este tema; vamos mencionar apenas alguns dos nomes altissonantes: JP Morgan, Deutsche Bank, HSBC, Barclays, BNP Paribas e Santander.

Aparentemente, a mão da Sr. Lagarde e acólitos não evitou todos estes escândalos financeiros.

Sem cessar, ao longo de todo este artigo, podíamos estar aqui a mencionar notícias sobre lavagem de dinheiro de bancos supervisionados pela Sra. Lagarde; estranhamente, a Sra. Lagarde apenas está preocupada com a Bitcoin, ao ter-lhe dedicado tanto tempo de antena na sua última conferência de imprensa.

No final, a Sra. Lagarde terminou a sua intervenção com uma súplica: “Tem que haver regulamentação. Isto tem que ser aplicado e acordado…a nível global, porque se houver uma escapatória, essa escapatória será usada…”.

Apesar de não lograr pôr ordem na sua casa, pretende agora estender o seu braço ao mundo do Bitcoin, uma moeda que protege o anonimato das pessoas e que protege-as das políticas inflacionistas dos bancos centrais – a sua emissão está limitada a 21 milhões de Bitcoins.

A Sra. Lagarde pretende conhecer toda a nossa vida financeira: o que comemos, a que horas comemos, que livros compramos, que ideologia temos, quais as nossas fontes de rendimento…nada escapa ao seu voyeurismo; segundo a Senhora, não pode haver escapatória ao big brother que tenciona impor-nos.

A Sra. Lagarde quer impor-nos taxas de juro negativas, obrigando-nos a pagar pelas nossas poupanças no banco – para tal necessita que todas as escapatórias a este confisco sejam fechadas!

Alguém deveria explicar à Sr. Lagarde que o facto que levou a cotação do Bitcoin a disparar (ver Figura 3) é a desvalorização global das moedas fiat, fruto da impressão massiva de dinheiro por parte do BCE e demais bancos centrais.

Figura 3

Actualmente, todos falam de um dólar norte-americano fraco, mas, na verdade, todas as moedas fiat são fracas, pois todas estão a desvalorizar-se em relação às principais criptomoedas, como o Bitcoin ou o Ethereum.

Alguém deveria explicar à Sra. Lagarde que o Bitcoin e outras criptomoedas, como o Ethereum, tornaram-se uma alternativa à repressão financeira estão paulatinamente a tornar-se uma reserva de valor, especialmente para os cidadãos em economias emergentes, onde a desvalorização da moeda não é um risco, mas uma realidade do dia-a-dia.

Alguém deveria explicar à Sra. Lagarde que o Bitcoin e outras criptomoedas começam a ser utilizados como meio de troca, isto é, moeda, de forma generalizada para o comércio.

Gradualmente, está a deixar de ser um activo financeiro para começar a ser amplamente utilizada para intermediar a troca de bens e serviços.

Alguém deveria explicar à Sra. Lagarde que caso deseje continuar a acomodar os hábitos dissipadores de muitos países da Zona Euro–uma autêntica orgia de dívida -poderá provocar a total perda de confiança no papel que emite: o Euro.

Nesse dia, a Venezuela e o Zimbabué passam a ser uma realidade, em lugar de algo remoto nos trópicos!

Alguém deveria explicar à Sra. Lagarde que o Bitcoin é das poucas alternativas, a par dos metais preciosos, que servirá de freio à expansão monetária desenfreada que vivemos há anos, sempre justificada com o eterno argumento: “não há inflação”.

Aparentemente, a inflação galopante que se vive presentemente nos mercados financeiros não existe na retina dos olhos da Sra. Lagarde. Para nós, parece-nos uma bolha louca que se espalha a todos os activos financeiros: tanto em obrigações – o caso sobredito da Grécia – como em acções.

Esta loucura bolsista, com elevada probabilidade, lançará as bases da próxima crise financeira.

Alguém deveria explicar à Sra. Lagarde que o Bitcoin funciona de alerta e permite vigiar a actividade dos bancos centrais, obrigando-os a regressar à sanidade e a manter as suas moedas fiatcomo reserva de valor.

Alguém deveria explicar à Sra. Lagarde que os únicos potenciais perdedores com a especulação em torno do Bitcoin – o epiteto que lançou a quem adquire criptomoedas – são os próprios especuladores.

Apenas o seu bolso sofrerá um desgosto, caso a coisa corra para o torto; ao contrário da economia mundial, milhões de pessoas irão em breve sofrer um terramoto económico e financeiro, fruto da política monetária insana dos bancos centrais.

Por fim, alguém deveria recordar à Sra. Lagarde as palavras de Jesus Cristo: “Quem nunca pecou que atire a primeira pedra”.

Devia recordar-se que foi condenada recentemente por um tribunal francês; talvez por isso, deveria ter um pouco mais de humildade e compreender que todos aqueles que previram uma queda abrupta do Bitcoin estavam errados.

Para seu pesadelo, continua e certamente continuará a ser tremendo sucesso. Todos os dias confirma-o: nos mercados e na crescente utilização na intermediação de bens e serviços.

Veja também:

Destaques Autor
img:Mercado Bitcoin

Mercado Bitcoin