img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 61.759,95 2.01%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 2.972,47 2.64%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.109383506106 6.49%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.499739313 5.77%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 2,47 13.58%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 0.950966213712 0.68%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 0.472386 6.8%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 1,13 -6.32%
img:Solana
Solana - SOL
€ 141,32 3%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 0.439813973817 6.52%
img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 61.759,95 2.01%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 2.972,47 2.64%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.109383506106 6.49%
img:XRP
XRP - XRP
€ 0.499739313 5.77%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 2,47 13.58%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 0.950966213712 0.68%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 0.472386 6.8%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 1,13 -6.32%
img:Solana
Solana - SOL
€ 141,32 3%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 0.439813973817 6.52%
Mercado Bitcoin
Mercado Bitcoin
a- A+

No blog do Banco Central Europeu, num artigo assinado por Ulrich Bindseil e Jürgen Schaaf, surge, uma vez mais, um “ataque” ao Bitcoin.

Segundo estes autores, a recente queda do preço do Bitcoin, ao contrário das anteriores, um respirar antes de nova partida para novos máximos, é o último suspiro antes de se tornar completamente irrelevante; uma espécie de “Canto do Cisne” do Bitcoin!

Por que razão alegam tal fim? Que razões apontaram?

Em primeiro lugar, o Bitcoin é raramente utilizado em transacções comerciais, ou seja, não é um intermediário das trocas por excelência; mas não só, as transacções com Bitcoin são “complicadas, lentas e caras”.

Ora, efectivamente a tecnologia blockchain obriga a várias validações, por consequência, o número de transacções que podem ser incluídas num dado bloco, dentro de um determinado período de tempo, é reduzido. Os modernos cartões de crédito, como o Visa ou Mastercard, oferecidos pela indústria financeira tradicional logram processar um número muito mais elevado de transacções num dado período de tempo comparável.

Os autores esquecem-no, no entanto, que existe a tecnologia Lightning Network, que veio precisamente resolver estas questões, permitindo realizar pagamentos instantâneos e a preços irrisórios através do Bitcoin, superando em muito as redes tradicionais de pagamentos.

Stablecoins

Por outro lado, também se esquecem da existência das StableCoins, como o DAI, que utilizam activos virtuais como reservas, evitando, desta forma, os vários riscos inerentes àquelas que utilizam depósitos bancários e valores mobiliários (títulos de dívida como papel comercial ou obrigações soberanas) como reservas, como é o caso do Tether (USDT) e do USD Coin (USDC).

Assim, o Bitcoin é hoje utilizado como reserva de um meio de pagamento como o DAI, uma das StableCoins mais relevantes da actualidade. Veja-se a recente adopção do USDC pela Apple Pay. O Bitcoin poderá não desempenhar um papel directo nas transacções, mas servirá de reserva, tal como o Ouro serviu de âncora ao sistema monetário antes do final de Bretton Woods em 1971.

Se quiser saber mais sobre stablecoins: Mas afinal, o que são stablecoins?

Bitcoin nunca poderá ser utilizado como investimento

Seguidamente, os autores do artigo dizem-nos que o Bitcoin nunca poderá ser utilizado como investimento, atendendo que não gera fluxos de caixa, como dividendos, no caso de acções, ou cupões, no caso de obrigações; nem tão pouco gera benefícios sociais como o Ouro, que pode ser utilizado com fins industriais. Para eles, o valor do Bitcoin é puramente especulativo.

Mais uma vez, vejo-me obrigado a recordar que as moedas fiat também não geram qualquer fluxo de caixa, pois não são valores mobiliários. No entanto, são utilizadas para negociar empréstimos.

Um crédito não é mais que deferimento de consumo. Eu prefiro comer três bananas agora que as mesmas daqui a um ano; como é óbvio, por este deferimento, vou exigir um preço, a taxa de juro. Não irei exigir a liquidação em bananas, por várias razões: é difícil aferir a qualidade de cada uma e são perecíveis com o tempo, pelo que a liquidação é realizada em moeda, que permite eliminar todos estes contratempos.

O Bitcoin também permite tal coisa. Hoje, em plataformas DeFi, se eu não desejo vender os meus Bitcoins, posso emprestá-los a outro particular durante um determinado período de tempo, por exemplo, um ano, exigindo uma remuneração como compensação: vamos imaginar 4% ao ano.

Mediante um depósito de garantias, o outro particular pode obter um empréstimo de Bitcoins e vendê-los no mercado, por forma a realizar a abrir uma posição curta; no final do empréstimo, terá de os devolver. Em conclusão, é possível obter rendimento com o Bitcoin, ao contrário do propagado pelos autores.

Regulação do Bitcoin

No final, alegam que a recente regulação sobre o Bitcoin é uma espécie de selo de aprovação do mesmo, como se tratasse de uma nova classe de activos, dado que tem por detrás uma tecnologia impactante: o blockchain.

Bitcoin e blockchain

Alegam inclusive que a tecnologia Blockchain não possui qualquer impacto positivo sobre a sociedade! Nada mais longe da verdade! Esta tecnologia permitiu eliminar terceiros no registo de operações, ou seja, o papel de entidades centrais, como um banco comercial, diminuindo erros, fraudes e incrementando expressivamente a segurança. Isto é absolutamente revolucionário!

Poluição gerada pelo Bitcoin

Até voltam à carga com o chavão da poluição gerada pelo Bitcoin. Até tivemos a frase sempre sonante: “Estima-se que a mineração de Bitcoin represente um consumo de electricidade por ano comparável à Áustria!

Em artigo anterior, já tinha desmontado este tipo de argumentos, mas desta vez, utilizando um país africano: o Benim!

Vamos lá então: “O Bitcoin consome mais energia que o Benim”. Efectivamente, o Benim consome 0,0013 biliões de Wh (ver página 60 do relatório Key World Energy Statistics 2021), enquanto os mineradores de Bitcoin 0,134 biliões de Wh, ou seja, cerca de 103 vezes! Ficamos a pensar: isto é algo perigoso, já supera 103 vezes a dimensão de um país!

Mas importa colocar as coisas em perspectiva: o PIB mundial em 2019 foi de 87,3 biliões de USD e o PIB do Benim, para o mesmo ano, foi de apenas 0,01439 biliões de USD, ou seja, representou 0,016% do PIB mundial; isto é 485 vezes menos o peso do Bitcoin no consumo mundial; parece que entra pelos olhos a dentro o ridículo destas comparações.

Terminam, alertando-nos que o Bitcoin deve ser ostracizado pela indústria financeira; ou seja, em lugar de apelar à concorrência, apelam ao boicote! Estamos conversados sobre a bondade de tais artigos!

Destaques Autor
img:Mercado Bitcoin

Mercado Bitcoin