img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 63.132,46 -2.03%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 0.1089034113 -4.14%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.414157116582 -3.76%
img:XRP
XRP - XRP
€ 3.561,37 1.85%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 0.491503137738 0.28%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 2,28 -3.51%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 0.931597724634 0.3%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 0.434741440701 -3.23%
img:Solana
Solana - SOL
€ 1,18 -1.12%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 165,10 -1.15%
img:Bitcoin
Bitcoin - BTC
€ 63.132,46 -2.03%
img:Ethereum
Ethereum - ETH
€ 0.1089034113 -4.14%
img:Chiliz
Chiliz - CHZ
€ 0.414157116582 -3.76%
img:XRP
XRP - XRP
€ 3.561,37 1.85%
img:Shiba Inu
Shiba Inu - SHIB
€ 0.491503137738 0.28%
img:USD Coin
USD Coin - USDC
€ 2,28 -3.51%
img:Cardano
Cardano - ADA
€ 0.931597724634 0.3%
img:ApeCoin
ApeCoin - APE
€ 0.434741440701 -3.23%
img:Solana
Solana - SOL
€ 1,18 -1.12%
img:MANA (Decentraland)
MANA (Decentraland) - MANA
€ 165,10 -1.15%
Henrique Agostinho
Henrique Agostinho
a- A+

Se mais vale um na mão que dois a voar. E não há dois sem três. Pois à terceira é de vez. Então, quatro pés fazem um banco. O que significa, portanto, que o Bitcoin está prestes a assentar.

Isto é assim porque, daqui por um ano, lá para o meio de 2024 e pela quarta vez desde que foi criado, o Bitcoin irá passar por uma alteração, chamada de Halving, que deve, à imagem das outras três, provocar uma série de resultados entre o espetacular, o ridículo e o desesperante, criando e desfazendo fortunas pelo caminho.

Este tal de Halving, ou corte para metade, é um dos geniais detalhes que Satoshi Nakamoto introduziu no código do Bitcoin. Especificamente, é a regra que determina a emissão de novas moedas por cada bloco e que se manterá assim, desde a moedinha número um até à 21 milhões, que só irá ser criada lá para o ano 2034. Nesse entretem, que é bastante tempo, a emissão de novas moedas irá seguir um rigoroso calendário, segundo o qual, a cada 4 anos, a quantidade de moedas novas criadas cai para metade.

Tudo começou em 2009 com 50 Bitcoins a serem criados por cada novo bloco e cada bloco a sair em aproximadamente 10 minutos. Era muita moeda, que limitava o quanto estas poderiam valer. O objectivo de então, era facilitar o acesso e distribuir mais moedas. Quatro anos depois, veio o primeiro Halving e as moedas geradas passaram para 25 por bloco, e depois para 12.5 no segundo, 6.25 no terceiro e, para o ano, serão apenas 3.125 em cada bloco.

A cada Halving, o Bitcoin torna-se mais escasso, mais difícil de obter e com isso o valor individual de cada moeda tende a subir, bastante aliás. Sobe o suficiente para entrar na tal cascata de resultados espetaculares, ridículos e desesperantes. A mesma que já se repetiu três vezes e que, para o ano, promete haver mais.

Das últimas três vezes que houve um Halving, o Bitcoin completou um ciclo de 4 anos, em que o preço variou de forma impressionante e regular:

  • Primeiro devagar, o primeiro ano do ciclo, geralmente um ano antes do Halving, o que corresponde a este 2023, ou tal como foi em 2019 ou 2015 e tal, é moderado e positivo, tendendo a andar para o lado no meio de subidas e descidas pouco excitantes.
  • De repente fica bom, muito bom. O ano do Halving, e 2024 será um, foi assim em 2020 e yadayada, é muito bom. O preço do Bitcoin dispara, cresce bem, até demais, e as pessoas começam a se entusiasmar.
  • Até que fica exagerado, completamente doido. 2021, 2019 foram disparatados. Não só o preço atinge valores irreais, anos antes do tempo, como também, à volta das criptos nascem que nem cogumelos esquemas frágeis para “ganhar” ainda mais e ainda mais depressa.
  • Queda à realidade. 2022 ainda dói, 2018 já parece menos mau, enquanto a grande desgraça de 2014 já não impressiona ninguém, apesar de ter sido a mais violenta das três. Provavelmente, a menor queda será a quarta que viria lá para 2026.

Nestes quatro anos de ciclo, o preço do Bitcoin depois de subir demais, cai violentamente e vai daí toda a gente acha que está morto, acabado e encerrado. Como se viu em 2022, ano de queda que ainda está bem presente na memória. Depois melhora um pouco, mas com medo, que todos se lembram do que sofreram no passado e não estão ainda prontos para entrarem em estapafúrdia ilusão. Neste 2023 o Bitcoin já recuperou dos 16 mil até aos 28 mil e ainda sabe a pouco, ou parece razoável. Só depois virá 2024 que pode e deve ser muito bom chegando até ao disparatado, com valores desavisados a atrair euforias gananciosas prontas a serem castigadas.

Nada garante que este ciclo de 4 anos, este Halving, de 2024, seja igual aos outros três que já passaram, mas por outro lado, se a história se repetiu por 3 vezes, à quarta é para ficar de vez e assentado. Com tendência até para ser mais acelerado. Pois as pessoas sabendo o que pode vir aí decidem antecipar-se ao mercado e assim provocar uma bolha prematura e também rebentar a bolha antes do tempo indicado.

Agora que sabe, o tempo que demora e como funciona, não precisa de se enganar. Pode comprar no ano da baixa, antes de valorizar e vender apenas quando estiver alto, em 2041 ou algo assim, quando o preço estiver lá no topo, a atingir 10 milhões de dólares por moeda.

Certo, até lá terá de passar por 4 anos terríveis, como foram o ano passado, mas a única forma, o único cenário macro-económico no qual o Bitcoin não chega até aos 10 milhões de dólares é se, daqui até lá, os governos deixarem de gastar demais. 

Posto isso, o que parece mais improvável: Os políticos deixarem de gastar à bruta o dinheiro dos outros ou o Bitcoin continuar a ter forte crescimento em ciclos de quatro anos?

Destaques Autor
img:Henrique Agostinho

Henrique Agostinho